Em relação ao mesmo período de 2017, alta foi de 3,6%, de acordo com dados do IBGE

O País registrou abate de 7,69 milhões de cabeças de bovinos sob algum tipo de serviço de inspeção sanitária no segundo trimestre de 2018, uma queda de 0,4% em relação ao primeiro trimestre do ano. Os dados fazem parte da divulgação preliminar da Pesquisa Trimestral do Abate de Animais, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na comparação com o mesmo trimestre de 2017, o abate de bovinos cresceu 3,6%.

A produção totalizou 1,89 milhões de toneladas de carcaças bovinas no segundo trimestre de 2018, um crescimento de 0,5% em relação ao primeiro trimestre do ano. Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, o peso das carcaças aumentou 3,2%.

Outras proteínas

O abate de frangos também caiu no período, enquanto o de suínos teve alta. O País registrou abate de 1,36 bilhão de cabeças de frangos no segundo trimestre de 2018, uma retração de 8,3% em relação ao primeiro trimestre do ano. Na comparação com o mesmo trimestre de 2017, o abate de frangos diminuiu 5,4%.

Em relação aos suínos, 10,81 milhões de cabeças foram abatidas no segundo trimestre, aumento de 0,9% em relação ao primeiro trimestre do ano. Na comparação com o mesmo trimestre de 2017, o abate de suínos cresceu 1,9%.

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO.


Fonte: DBO

Notícias