Programa da ABCZ tem como objetivo avaliar a touros PO em sistemas de produção de carne

A Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) abriu as incrições para os rebanhos interessados em integrar o Programa Carne de Zebu em 2018. O programa foi lançado no ano passado e está avaliando touros Puros de Origem (PO) no sistema comercial de produção de carne.

Conforme explica o Superintendente Adjunto de Melhoramento Genético da ABCZ, Henrique Ventura, o criador poderá se inscrever na categoria de rebanho comercial de gado de corte ou na de investidor de genética. De cada reprodutor no teste, serão distribuídas 500 doses ainda em 2018. "Os criadores com intenção de inscrever touros devem submeter os animais à comissão de avaliação do programa, mas se o touro for PNAT (aprovado na Expogenética para distribuição de sêmen) o mesmo estará automaticamente classificado para o Carne de Zebu", explica.

Para se cadastrar como rebanho comercial colaborador, o criatório terá que ter número mínimo de 250 matrizes .

As progênies terão controle zootécnico com suporte da equipe ABCZ, sendo os machos e fêmeas avaliados na desmama e sobreano via pesagens, ultrassonografia de carcaça e avaliação visual (EPM). Os machos serão genotipados e submetidos à abate técnico.Vale destacar que para garantir que todos os touros sejam testados em condições iguais, os acasalamentos são ao acaso e com o mesmo número de vacas.

O Programa Carne de Zebu foi lançado em setembro de 2017 e na primeira etapa foram distribuídas 8.500 doses de sêmen, de 17 touros, para rebanhos colaboradores que totalizaram 4.250 matrizes comerciais.

Para se inscrever, o criador deve entrar em contato através do email henrique@abcz.org.br ou do telefone 34 - 3319 3816.
 

Fonte: ABCZ

Fonte: dbo

Notícias