Não há dúvidas de que eles chegaram pra ficar. Os drones conquistaram espaço indiscutível no campo e já são apontados como ferramentas indispensáveis nas fazendas que apostam nos benefícios do uso da tecnologia e que investem – por exemplo – na agricultura de precisão.

Dos modelos mais em conta aos que ultrapassam cifras com 6 dígitos, o mercado destes equipamentos está aquecido e – a julgar pela demanda que vem das propriedades rurais – tende a esquentar ainda mais.

A procura é tanta que levou o Senar-MT a desenvolver um treinamento específico sobre o tema para agricultores, pecuaristas e funcionários de fazendas. O curso de operador de drone foi pioneiro no Brasil e capacitou este ano mais de 200 pessoas em Mato Grosso.

Para 2018 a demanda já é certa, assim como a importância do papel desempenhado pelos drones nos campos e sua contribuição na produção de alimentos.


Fonte: dbo

Notícias